Buscar
Resultados por:
Busca avançada
Votação
Os membros mais ativos do mês
Novembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário


Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Imperador
Imperador
Data de inscrição : 14/02/2018
Mensagens : 10
Fama : 1835
Reputação : 8
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Ver perfil do usuáriohttp://oultimoreino.forumeiros.com

Mulheres Guerreiras? Por que Guerreiros Eram Geralmente Homens

em Ter Maio 01 2018, 17:50
O texto a seguir é uma tradução do vídeo do canal Metatron, de mesmo nome.
O  link: www.youtube.com/watch?v=iMZsT9e17XU&t=275s
Obs: Fiz algumas modificações da tradução original para adequar-se melhor a um texto escrito( pois era um vídeo originalmente) e melhor compreensão

Muitas pessoas perguntam sobre mulheres guerreiras e a sua veracidade histórica. É claro, vemos mulheres lutadoras e guerreiras em todos os meios de videogames, séries e filmes, o que faz aumentar a questão. Então, vamos descobrir a realidade histórica por trás disso.

A primeira coisa importante a se definir é o conceito de guerreiro. Quando falamos aqui de guerreiro, nos referimos a uma pessoa que vai para a guerra (não apenas que luta).
Alguma vez mulheres já foram á guerra? A resposta é sim.
Foi uma exceção á regra? A resposta é novamente sim.
Portanto, não podemos dizer que nunca houveram mulheres que foram á guerra. Ainda assim, a grande parte dos guerreiros da história foram dos sexo masculino, e estamos falando de 99,9%.

"-Ah e quando a Onna-bugeisha Japonesa? E a Gladiatrix, as gladiadoras romanas antigas? E as Valquírias nórdicas? E as amazonas?-"

No caso da Onna-bugeisha, sabemos que no Japão algumas mulheres lutaram, mas eram minoria se comparada aos homens. No caso da Gladiatrix, para os romanos aquilo era apenas um show onde elas estavam entretende os espectadores. Não estamos falando de guerra nem de batalhas. E tanto as Valquírias nórdicas como as Amazonas, estamos falando principalmente de mitos.

Então seremos bastante técnicos e examinar as razões científicas do por que uma mulher guerreira não faria muito sentido na realidade.

A questão é que homens e mulheres são diferentes; Isso não significa que um é melhor que o outro; Mas sim que temos diferentes propósitos, lugares e funções na natureza e na sociedade. Somos complementares um ao outro, o que é chamado de dimorfismo sexual.
Veremos como os seres humanos são afetados pelos dimorfismo sexual e isso nos ajudará a entender por que, durante a história,  na maioria dos casos os homens foram para a guerra e não mulheres.

Algumas das diferenciações incluídas no dimorfismo sexual entre humanos são encontradas entre as gônadas, genitais internas e externas, altura dos seios;  Mas alguns dos mais importantes e relevantes para nosso estudo são as diferenças na massa muscular e nos sistemas hormonais endócrinos e seus efeitos fisiológicos e comportamentais. Tudo isso ocorre em um nível genético, pela presença ou ausência do cromossomo Y, que codifica os modificadores bioquímicos para o desenvolvimento sexual dos machos.

A diferença  de massa corporal média entre os sexos é de cerca de 15%; Enquanto a taxa metabólica basal é 6% maior em adolescentes do sexo masculino e aumentará 10% após puberdade. Utilizamos energia da biomassa consumida(comida) de maneiras diferentes. As fêmeas tendem a converter em gordura e os machos em músculos e reservas de energia circulante dispensáveis.

Fêmeas possuem 40 a 60% da força da parte superior do corpo dos homens e cerca de 75% da força da parte inferior dos homens. É claro que a diferença de força para massa corporal é menos pronunciada em indivíduos treinados.

Homens possuem 30% maior volume pulmonar por massa corporal; Também possuem um coração 10% maior glóbulos vermelhos maiores, hemoglobina mais alta, maior capacidade de transporte de oxigênio, fatores de coagulação circulante(que levam á cicatrização mais rápida de feridas) e maior tolerância a dor periférica. Por outro lado, as mulheres têm glóbulos brancos maiores e produzem anticorpos a um ritmo mais rápido, e portanto desenvolvem menos doenças infecciosas.

Exitem também algumas diferenças cerebrais: As mulheres tendem a ter uma maior proporção de massa cinzenta por massa cerebral; Enquanto homens têm maiores cérebros.
Agora, algo interessante é que quando você olha para os resultados de QI de homens e mulheres, ambos tendem a alcançar os mesmos resultados simplesmente utilizando diferentes partes do cérebro.

Com tudo isso, aprendemos que existem razões cientificas e biológicas reais para o fato de homens irem á guerra ao invés das mulheres. É claro que você poderá encontrar a exceção da regra: Aquela mulher que deu uma surra em seu amigo no MMA. Mas quando falamos de combate corpo-a-corpo no que diz respeito a guerras e batalhas, estamos lidando com números enormes e exceções não fazem exércitos.

Mais uma vez, não entendam mal isso: Não estou dizendo que homens ão melhores que mulheres; Mas sim que somos construídos por diferentes razões e propósitos. Existem outras espécies no planeta onde as fêmeas são maiores que os machos.
Exitem espécies de peixes, por exemplo, onde as fêmeas são enormes e is machos são basicamente corpos parasitas.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum